CLICK HERE FOR BLOGGER TEMPLATES AND MYSPACE LAYOUTS »

segunda-feira, 30 de novembro de 2009

BlogBlogs.Com.Br

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

Cidadão Urbano (Cajaba) - Vídeo da Semana

Essa banda de Santa Luzia, vêm colhendo bons frutos neste ano. Fazendo parte do projeto Vozes do Morro e fazendo shows em grandes festivais do Rio de Janeiro. 

O Cajaba apresenta seu mais novo single: Cidadão Urbano. Confira o peso do new-metal furioso desses caras! 

Se não for possível a visualização dê dois cliques para ver.

sábado, 21 de novembro de 2009

Metallica no Brasil

Os brasileiros apaixonados por metal, finalmente terão a oportunidade de ver de perto o show de uma das maiores bandas de todos os tempos. Metallica, uma banda que sem dúvida é uma das atrações mais aguardas no Brasil. Infelizmente a banda não se apresentará em Belo Horizonte, confira os detalhes dos shows da turnê Death Magnetic em São Paulo e Porto Alegre.

São Paulo - data: 30 de janeiro de 2010

Local: Estádio do Morumbi — Praça Roberto Gomes Pedrosa, nº 1 — Morumbi — São Paulo (SP) 
Horário: 21h30

Classificação etária: Não será permitida a entrada de menores de 12 anos; 12 anos a 15 anos: permitida a entrada (acompanhados dos pais ou responsáveis legais); a partir de 16 anos: permitida a entrada (desacompanhados).

Capacidade: 68.000 lugares 

PREÇOS DOS INGRESSOS

PISTA - R$250,00 (Inteira) / R$125,00 (Meia-entrada)
PISTA VIP - R$500,00 / R$250,00
CADEIRA INFERIOR - R$250,00 / R$125,00
CADEIRA SUPERIOR - R$300,00 / R$150,00
ARQUIBANCADA VERMELHA ESPECIAL - R$190,00 / R$95,00
ARQUIBANCADA AZUL/VERMELHA - R$170,00 / R$ 85,00
ARQUIBANCADA LARANJA - R$150,00 / R$75,00

 

Porto Alegre - data: 28 de janeiro de 2010

Local: Estádio Zequinha – Av. Assis Brasil, 1200 – Porto Alegre/RS
Horário: 21h30

Classificação etária: Não será permitida a entrada de menores de 12 anos; 12 anos a 15 anos: permitida a entrada (acompanhados dos pais ou responsáveis legais); a partir de 16 anos: permitida a entrada (desacompanhados).

Capacidade: 27.000 lugares


PREÇOS DOS INGRESSOS

PISTA/ARQUIBANCADA – 1° LOTE - R$120,00
PISTA/ARQUIBANCADA – 2° LOTE - R$140,00
PISTA VIP - R$250,00
CADEIRA - R$160,00


quinta-feira, 19 de novembro de 2009

Sábado de muita música em BH

Para quem gosta de rock não terá do que reclamar da falta de bons shows na capital. 

Neste final de semana, mais expecificamente no sábado dia 21, teremos cinco grandes opções. O último dia da 9º edição do Primeiro Campeonato Mineiro de Surfe, no Music Hall. No Lapa Multshow, teremos o festival que comemora os 10 anos do programa de rádio A Hora do Dinossauro. Na Matriz dois eventos: na matinê das 14 horas apresenta a banda norte-americana Love Hate Hero,  à noite ficará por conta do Especial BH Indie Music. Para fechar o Jack Rock Bar terá duas atrações mineiras: Carne Nua e Vitrolas. Ufa! Escolham o evento e prestígie esse rico sabadão. 

Confiram os show do dia 21 - sábado


9º Primeiro Campeonato Mineiro de Surfe

Bandas: Os Ambervisions (SC)
               Estrume'n'tal (MG)
               Retrofoguetes (BA)
               La Pupuña (PA)
               The Jordans (SP)
               Daddy-o Grande (EUA) + Dead Rocks (SP)

Ingresso: R$ 30,00 - R$15,00 meia
Horário: 21:00
Local: Music Hall - Av. do Contorno, 3.239 - Santa Efigênia (3461-4000)
Censura: 18 anos   


A Hora do Dinossauro
(Festival comemorativo dos 10 anos do programa A Hora do Dinossauro - 104,5 FM UFMG Educativa, sábado 6 horas da tarde e reprise as sexta-feiras meia noite)

Bandas: Concreto
               Carro Bomba (SP)
               Valhalla (Cover Black Sabbath)
               Kashmir (Cover Led Zeppellin)
               Overdoors (Cover The Doors)

Ingresso: R$ 20,00 - venda na Purple Records, loja 58 (Galeria do Rock) 3201-1187
Horário: 22:00
Local: Lapa Multshow - Av. Álvares Maciel, 312 Santa Efigênia - 3241-2047
Censura: 18 anos


Love Hate Hero (USA)

Bandas de abertura: Little Black Cow, Mr. Clown, Tia Nair, Small Things, Movie, Millhouse, Sound For Sound, U of Zend e Pink Rock 121

Ingresso: R$ 15,00
Horário: 14:00
Local: Matriz - Rua Guajajaras, 1353 (Terminal Turístico JK) 8585-0034
Censura: 14 anos


Especial BH Indie Music
(Com as bandas revelações da segunda e terceira edição do festival)

Bandas: 9s Fora Rock
               G50 Gertrudes
               The Hell's Kitchen Project
               Os 4 Ventos

Ingressos: R$ 10,00 no dia
                   R$ 8,00 antecipado
Horário: 21:00
Local: Matriz - Rua Guajajaras, 1353 (Terminal Turístico JK) 3212-6122
Censura: 16 anos 
  
Carne Nua e Vitrolas

Ingressos: R$13,00 feminino
                   R$ 18,00 masculino
Horário: 21:00
Local: Jack Rock Bar - Av. do Contorno, 5623 (3227- 4510) 
Censura: 18 anos

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

9º Primeiro Campeonato Mineiro de Surfe 2009

A onda surfada pelo Primeiro Campeonato Mineiro de Surfe não para de crescer. Desde que colocou a prancha na água, ainda no século 20, o maior festival do gênero da América Latina se avolumou, ganhou corpo, agregou estilos, evoluiu, ganhou adeptos e chega à nona edição como tsunami global que se estende de Belo Horizonte a Nashville (EUA), do Planalto Central à Croácia, do Pará ao Paraná, da Bahia ao Rio de Janeiro, de Santa Catarina a São Paulo.

Serão quatro dias de shows e debates, em dois espaços – A Obra Bar Dançante e Music Hall, ambos na capital mineira. O 9° Primeiro Campeonato Mineiro de Surfe integra o Conexão Vivo - iniciativa da Vivo voltada ao desenvolvimento do setor musical brasileiro. 

PROGRAMAÇÃO – SHOWS:

18 de novembro, quarta-feira 
A Obra Bar Dançante

22h - R$ 15,00 (na porta)
 
23h – 4instrumental (MG)
01h - Surfadélica (SP) 
 
19 de novembro, quinta-feira 
A Obra Bar Dançante

22h - R$ 15,00 (na porta) 

23h – Iguan White (MG)
24h – Mullet Monster Mafia (SP)
01h – Vendo 147 (BA)
02h - Os Carburadores (RJ)

20 de novembro, sexta-feira
Music Hall

21h15 - Terra Celta (PR)
22h - Super Stereo Surf (DF)
22h45 - Proa (BH)
23h30 – Pio Lobato e Mestre Vieira (Tecnoguitarradas) (PA)
00h30 - Gustafi (CROÁCIA)
01h40 - Ultraje a Rigor (SP)

21 de novembro, sábado
Music Hall

21h15 - Os Ambervisions (SC)  
22h - Estrume’n’tal (MG)
22h45 - Retrofoguetes (BA)
23h30 - La Pupuña (PA)
00h15 - The Jordans - (SP) 
01h15 - Daddy-o Grande (EUA) + Dead Rocks (SP)

PROGRAMAÇÃO – DEBATES
20 de novembro, sexta-feira, 14h 
Conservatório de Música da UFMG
(Av. Afonso Pena, 1.534 – Centro)

14h - 14h45: Palestra: The Jordans e a história do rock instrumental brasileiro - Aladin, The Jordans

15h - 15h45: Debate: Fórum da Música de Minas Gerais, mudanças para 2010

15h45 - 16h30: Tecnobrega e guitarradas: a música livre do Pará (Pio Lobato e Mestre Vieira) + Guitarra bahiana (Morotó - Retrofoguetes)

Ingressos antecipados: 
Obar – Rua Cláudio Manoel, 296 – Funcionários – 3223.6592
Loja 53hc – Rua Rio de Janeiro 630, Loja 53, Centro – 3271.7237
Circuito Blunt – Rua Montes Claros, 189 – Sion – 3284.2161
O Ovo – Rua Fernandes Tourinho, 35, lj. 112 – Savassi – 3261.9533
Santíssima – Rua Fernandes Tourinho, 385 – Savassi – 3261.9487
Spetteria – Rua Vitório Marçola, 192 – Anchieta – 9114.8662
Music Hall – Avenida Contorno, 3.239 – Santa Efigênia – 3461.4000

Valor dos Ingressos:

A Obra:
R$15

Music Hall:
1º lote: inteira: R$30; meia-entrada: R$15
2º lote: inteira: R$40; meia-entrada: R$20
3º lote: inteira: R$50; meia-entrada: R$25
Passaporte: inteira: R$60; meia-entrada: R$30

quinta-feira, 12 de novembro de 2009

Entrevista com Ronan Oliveira da Dinnamarque

Neste sábado, dia 14 de novembro, às 14:00. A banda vencedora da etapa de BH do Wacken Metal Battle, estará apresentando o seu metal de primeira qualidade. A abertura ficará por conta das bandas Advice, Nostoi e Sacrificed. O Rock In BH entrevistou o guitarrista Ronan Oliveira, que fala do WMB, o metal em BH e as novidades da Dinnamarque.

RockInBH - Ronan, primeiro fale sobre a história da banda Dinnamarque, para as pessoas que ainda não os conhece.


Ronan - Olá Thiago! Primeiramente muito obrigado por ceder este espaço para a Dinnamarque aqui no seu blog e esperamos que você tenha muito sucesso com ele. Bom, a banda teve início em 2002 com a saída do Rafael da banda Broken Spell. Depois teve a Atadarc onde o baixista Rafael Dinamarque conheceu o baterista Ricado Linassi. A Dinnamarque teve como integrantes a partir de 2006 o Rafael Dinamarque, Ricardo Linassi, Michael Oliveira e Régis Vital. Após a saída do Régis e uma pequena pausa, esse ano(2009), a banda retornou em nova formação para participar do Metal Battle MG e, com Rafael Dinamarque, Ricardo Linassi, Leonardo Lanny e eu (Ronan Oliveira). Essa formação que está agora que eu considero a melhor formação de banda que eu já tive a oportunidade de ter ao meu lado. A banda lançou um EP em 2007 chamado "Fight" com 4 músicas que são: Figth, Battlefields, Changes e One Spirit of a Thousand Faces.

RIBH - Como foi vencer a etapa mineira do Wacken Metal Battle Brasil 2009? Ganhando das bandas Rosa Ígnea, Silvercrow, Avoid The Pain e Mercuryio.

Foi inesperado e muito gratificante, pois ralamos a muito tempo com música e quando você consegue algo assim no cenário do metal que é um cenário extremamente complicado pela falta de estrutura e de veiculação, é como ganhar um campeonato. Acho que ser indicado já foi muito bom, ganhar foi melhor ainda, pois todos da banda trabalhamos o dia todo com outra coisa e ainda tiramos o pouco tempo que tínhamos pra dedicar e ensaiar para esse evento. Todas as bandas já tem uma história aqui em BH e estão ativamente no cenário mineiro. A Dinnamarque estava meio sumida do cenário, mas nos esforçamos para fazer um show com qualidade e que conseguíssemos mostrar que estávamos lá para competir à mesma altura de todas essas bandas. Tinha muita gente meio que chiando quando o Rafael disse que a banda fez só 4 ensaios pra fazer esse evento o pessoal veio com essa de que a banda era nova e não existia. Então se ganhamos foi por mérito e não por meio de compra ou peixada, saca! E isto mostra que minas tem bandas que tem essa capacidade.

RIBH - E a grande final no Rio de Janeiro? Quem venceu foi a banda capixaba Silence Means Death. Mas conta como foi representar Minas Gerais na etapa nacional do WMB 2009, que garantia uma vaga no Wacken Open Air uma dos maiores festivais de metal do mundo.

Foi muito interessante! Bem, tocar em outros estados é muito bom, pois é um público novo e você não conhece ninguém e isto serve pra testar se realmente a banda está boa e as músicas estão boas ou não.
A final foi composta por 13 bandas de estilos variados e de todas as partes do Brasil. Ficamos surpresos com a vitória da Silence Means Death, pois do nosso ponto de vista ela era uma das bandas que menos tinha chance de ganhar, “Não devido à qualidade, mas sim pelo estilo”. Mas mesmo assim foi uma experiência gratificante representar o metal mineiro na final do WMB. Afinal de contas o Wacken Open Air hoje é um dos principais (se não for o principal) evento de metal que acontecem no mundo e ter a oportunidade de tocar lá, representando o Brasil, com certeza seria uma honra. Foi muito válido pra gente mesmo não levando o prêmio.

RIBH - Em termos de visibilidade foi muito bom para a banda, mas em que aspecto isso melhorou para o Dinnamarque.

Cara a ida no Rio foi proveitosa, pois fizemos contatos importantes, mas por um outro lado acho que ainda falta como eu disse uma veiculação maior para qualquer evento ou qualquer banda que esteja na ativa, pois os meios que temos de divulgar o nosso estilo, só as bandas grandes e as que tem grana pra pagar e estar lá que se destacam, então isto meio que prejudica nos bandas realmente independentes, mas foi mediana a visibilidade do evento. Logo após as finais fomos convidados para tocar em agosto passado com Thiago Bianchi, atual vocalista do Shaman. O show foi ótimo e quem estava lá elogiou bastante a banda, inclusive o próprio Thiago, pois nem ensaiamos junto com ele. Além disso, tivemos oportunidade de divulgar mais nosso trabalho e a página reformulada no myspace com nosso clipe que foi gravado no Metal Battle MG. (www.myspace.com/dinnamarque).

RIBH - Como você vê a cena de metal em Belo Horizonte? Tanto em bandas, shows e público.

O cenário metal em BH na questão de bandas está bem representado, mas em questão de shows e público está muito fraco. Bem público BH tem, mas ta faltando comparecimento. Público preconceituoso e sempre muito crítico. A maioria não dá valor às bandas que estão começando agora, fora que tem muito lugar que só quer banda cover que eu não acho ruim, mas ai vem à parte do público querer ver coisas novas e não cópia da cópia da cópia. E da parte das bandas lutar pra que isto seja reconhecido com é na Europa e outros lugares como em Brasília e Goiânia que têm locais pra bandas divulgarem suas músicas e não só cover. Além disso, aqui nada funciona direito. Algumas casas de shows fazem contratos onde você tem que praticamente pagar para tocar e isso é um absurdo! Nós temos muita qualidade em BH em questão de bandas, mas elas não são levadas a sério e não tem o devido respeito dos produtores, empresários e algumas vezes até do público.

RIBH -O que você acha que é preciso ser feito para melhorar?

Primeiro, as bandas tem que começar a lutar pra ter seu lugar, mas sem pagar pra ter entende. Tem bandas que pagam pra abrir show de banda grande isto é um absurdo, pois muitas que pagam são bandas que estão ai pra curtir e não pra ser algo grandioso.
A galera das bandas serem mais unidas, mas unidas de verdade não só quando estão de frente e quando dão as costas “metem o pau” uma nas outras. O público começar a correr atrás de locais que toquem o novo e não o que já existe só. Também tocamos covers, mas estamos tocando mais coisas nossas porquê queremos inserir algo de novo na musica de BH, como tem bandas ai que também tem essa qualidade e são excelentes. As bandas deviam se unir em relação a essas casas que dizem “abrir espaço para bandas” e parar de tocar lá. Apesar daqui ter pouco espaço para shows esses locais são as piores opções para nós que além de termos que pagar para tocar, ainda não vivemos apenas de música.
As casas de shows devem começar a ter olhos pras bandas com som próprio e os produtores que estão trazendo shows também, mas sem cobrar, pois já temos o gasto de sair de casa ensaiar pra tocar de graça e ainda ter que pagar isto mata. A falta de incentivo cultural para os shows mais alternativos também é um dos fatores que deveriam ser melhorados para que as bandas consigam ter um espaço para divulgar seus trabalhos.

RIBH - O que os fãs do Dinnamarque podem esperar para esse show de sábado no Matriz?

Além das bandas que estarão lá serem bandas que nós respeitamos e também serem muito boas, temos um repertório bem grande com 12 músicas das quais quatro são músicas próprias novas e uma música "especial" para o dia. Será um ótimo show e espero que todos possam comparecer pra bater cabeça ate dar dor no pescoço.

RIBH - E as bandas que iram abrir para o Dinnamarque: Sacrificed, Advice e Nostoi. É a primeira vez que eles tocam com vocês?

É a primeira vez, apesar de já conhecermos quase todos os integrantes das bandas. Todas merecem seu devido respeito e temos certeza que elas também não deixarão a desejar, pois também já tem muita bagagem musical.

RIBH - Ronan revela para todos, quais serão os próximos projetos do Dinnamarque para o final desse ano e para 2010.

Bem, estamos correndo atrás de grana que sem isto não acontece nada pra gente começar a botar em prática nosso primeiro cd, mas também estamos com contatos pra que possamos ter uma gravadora pro ano que vem, mas isto é muito complicado nos dias de hoje e ainda é um episódio que a gente está elaborando para fazermos um grande cd pra galera ter em casa. Mas já da pra vocês verem no show as músicas que sairão desse álbum.

terça-feira, 10 de novembro de 2009

Cuatro e Us Mula Preta se apresentam na Obra

As bandas Cuatro e Us Mula Preta se apresentam amanhã no bar A Obra, em Belo Horizonte. O show duplo realmente promete muito rock and roll nessa Quarta Sem Lei.

A banda os Cuatro foi formada em 2006, passou por algumas alterações, mudou de nome e trocou de integrantes, permanecendo apenas o líder Douglas Toletino. A banda tem forte influência do rock nacional dos anos 80 e 90. Eles se apresentaram no Festival BH Indie Music desse ano.
Us Mula Preta que foi fundado em 2006, está fazendo vários shows divulgando o seu ep lançado em 2008. O cd conta com quatro faixas que com certeza eles irão tocar nesta quarta. Com um som bem "rockão" mesmo eles também cativam fãs pelas letras bem divertidas mas com conteúdos bem sério, como justiça social e consciência ecológica, ponto forte dessa banda que já abriu shows dos Velhas Virgens e Raimundos, ainda fez apresentações marcantes no festivais Camping Rock e III BH Indie Music.
Cuatro
Integrantes: Douglas Tolentino (vocal e guitarra)
Humberto Nascimento (guitarra)
Richardson Clark (baixo)
Daniel Pertence (bateria)




Us Mula Preta
Integrantes: Karide Teixeira da Rocha (vocal)
Marlon Hilário Cruz (guitarra)
Kléber Antônio Fraga (bateria)
Weiver Márcio Brandão (baixo)





Quarta Sem Lei
Local: A Obra - Rua Rio Grande do Norte, 1168 (Savassi)
Horário: 22:00
Preço: R$ 7,00
Informação: (31) 3215-8077 / 3261-9431
Classificação: 18 anos

sexta-feira, 6 de novembro de 2009

BH Recebe Faith No More

Neste domingo, dia oito de novembro, Belo Horizonte recebe a banda californiana, Faith No More. Em sua volta aos palcos com a nova turnê The Second Coming, o FNM encerra em BH a turnê de quatro shows no Brasil.

O grupo se apresentará somente com a ausência lamentável do guitarrista Jim Martin, substituido por Jon Hudson. Os outros integrantes são da formação que rendeu mais sucesso ao grupo no mundo inteiro. O carismático e "maluco" Mike Patton no vocal, Mike Bordin na Batera, Roddy Bottum nos teclados e Bill Gould no baixo.
Essa é a segunda vez que a banda se apresenta em BH, a primeira vez foi em 1992 no Mineirinho, um ano depois de lotar o Maracaña, no Festival Rock In Rio II.
O Faith No More tem como elemento musical uma verdadeira "mistureba": rapcore, funk, rock, metal...
O sucesso veio entre as décadas de 80 e 90 iniciado com o disco The Real Thing, que teve a entrada de Mike Patton. As músicas Epic, Falling to Pieces, Easy (Cover do The Commodores) e From out of Nowhere.
Em fevereiro deste ano a banda anunciou o seu retorno com shows pela Europa. Mike Patton como sempre já mostrou uma de suas bizarrices, em um show na Hungria ele engoliu um cadarço de tênis

Dia do Show: 18 de Novembro - Domingo
Local: Chevrolet Hall
Horário: 20:00
Classificação: 16 anos
Valores: Pista/arquinbancada
1º lote
R$ 140,00 / R$ 70,00 meia
2º lote
R$ 160,00 / R$ 80,00 meia
3º lote
R$ 180,00 / R$ 90,00 meia

Discografia:
1985 - We Care a Lot
1987 - Introduce Yourself
1989 - The Real Thing
1992 - Angel Dust
1995 - King For a Day, Fool For a Lifetime
1997 - Album of the Year

Mike Patton comendo cadarço


Festival Download 2009

quinta-feira, 5 de novembro de 2009

U2 no Brasil

A banda Irlandesa U2 acaba de fechar um acordo com a Live Nation, para fazer uma nova turnê chamada"360 Graus", onde serão quatro aprasentações, três em São Paulo e uma no Rio de Janeiro, previstas para o mês de novembro de 2010. Será uma super produção, com um palco giratório, construido pelo Mark Fisher, junto ao diretor Willie Willians, onde o custo será de US$ 12 milhões. A banda U2, que ja ganhou vinte e dois prêmios no Grammy, atinge mais de 145 milhões de copias vendidas, no mundo inteiro.

terça-feira, 3 de novembro de 2009

Paul McCartney Anuncia Novo Álbum

Paul McCartney, anunciou o lançamento do novo álbum chamado Good Evening New York City, para o dia 23 de novembro desse ano. Good Evening New York City, foi gravado na famosa casa de shows de Nova York, Citi Field, onde Paul McCartney fez três shows recentes nos dias 17,18 e 21 de julho deste ano, que se resumirá em dois cds e um dvd ao vivo. Um dos cds será extra e terá a apresentação de Paul McCartney no Ed Sullivan Theater, o novo projeto também será lançado em vinil. O cd faz relembrar um show dos Beatles, no ano de 1965, onde o Citi Field, se chamava, Shea Stadium. A mais nova música de Paul McCartney, que irá fazer parte do novo trabalho e da trilha sonora do filme “Everybody Fine”, chamada, “(I Want To) Come Home”, vazou pela Internet, nesta sexta feira dia 30/10/2009. Paul MacCartney fala sobre a sua identificação no filme com Roberth De Niro, um dos artistas do filme que irá fazer o papel de um homem viúvo em busca dos filhos adultos.

Tony Iommi Faz Tratamento com Células-Tronco

Frank Antony Iommi, guitarrista da banda, Black Sabbath de origem britânica, divulgou a BBC Brasil, o inicio de um tratamento, nas mãos, onde teria sofrido lesões devido a um acidente de trabalho, aos seus 17 anos, quando trabalhava, como metalúrgico, onde perdeu a ponta de dois dedos de sua mão direita, após esse incidente, afirma que teria tomado vários medicamentos como, analgésicos e anti-inflamatórios, não tendo bons resultados. Com passar dos anos, tocando guitarra, e mesmo sendo canhoto, ouve um desgaste maior na lesão, e sem nenhum sucesso de tais medicamentos tradicionais, tentaria uma cura se submetendo a fazer um tratamento com as células-tronco. Para dar continuidade ao tratamento e obter grandes resultados, ele afirma, que precisou parar de tocar. Se ele já leva os fãs ao delírio com seus grandes rifs, tocando uma Gibson SG, mesmo com a lesão, da para imaginar se essa eventualidade não tivesse acontecido. Quem não se lembra dos singles, mais ouvidos no mundo inteiro, tais como: Paranoid, Iron Man, Snowblind, Black Sabbath, N.I.B, Children Of The Grave, e etc. A banda Black Sabbath, pioneira do Heavy Metal, é conhecida no mundo inteiro, vendeu mais de cem mil cópias e é influência até hoje para várias bandas de rock.




Tony Iommi - Solo



segunda-feira, 2 de novembro de 2009

Guns N' Roses em BH?

O Produtor Aluizer Malab, da produtora mineira Malab Produções, informou no jornal Estado de Minas que os Guns N'Roses estariam negociando com produtoras brasileiras inclusive a Malab, para um turnê no Brasil. Entre as cidades é claro estão Rio e São Paulo, além de uma possível vinda da banda para Belo Horizonte.
Axl Rose anunciou que o Guns N'Roses fará uma turnê mundial para divulgar o cd Chinese Democracy, mesmo depois de terem o lançado no ano passado, sem nem mesmo um video-clipe.
Agora é só aguardar mais informações.

Coldplay no Brasil


Foram divulgados os dias e os valores para os dois shows do Coldplay no Brasil.
Confira:
Rio de Janeiro
Dia: 28/02/2010
Local: Praça da Apoteose
Horário: 20:00
Preço: R$ 250 (Pista e arquibancada)
Censura: 14 anos

São Paulo
Dia: 02/03/2010
Local: Estádio do Morumbi
Horário: 21:30
Preço: R$ 250 (Pista)
Censura: 14 anos

A última vez em que o Coldplay se apresentou no Brasil foi em 2007.
Em breve mais informações sobre excursões.

Oração do Sagrado Rock

Elvis Presley que estais no céu,
Muito escutado seja Bill Haley,
Venha a nós o Chuck Berry,
Seja feito barulho à vontade,
Assim com Hendrix, Sex Pistols e Rolling Stones.
Rock and Roll que a cada dia nos melhora,
Escutai sempre Clapton e Neil young,
Assim como Pink Floyd e David Bowie,
Muddy Waters e The Monkees.
E Não deixeis cair o volume do som
Mas livrais-nos do axé
Amém!